terça-feira, 26 de março de 2013

O puerpério imediato!!!!!!!

Eu não sei exatamente como explicar o que acontece com a cabeça de uma mulher quando ela vira mãe! Certeza que fazem mesmo é uma bela "lavagem cerebral puerperal"na coitada! Só pode ser! Em mim fizeram - OPA!

Na saída da maternidade, meu GO foi me visitar e logo disparou:
"Olha, Giovanna, não se preocupe, seus pés vão ficar bem inchados pelos próximos 10-12 dias, ok?"

PERA AÍ, meu amigo!!! Como assim?


Na maternidade meus pés já tinham atingido o nível 10 na escala patas de elefante! Tinham inchado muito, mas muito mais do que na gravidez toda! Não dava nem pra falar bonitinho e dizer que eles estavam "dois pãezinhos". Que pãozinho que nada! Pãozinho é para os fracos! A coisa aqui tava mais intensa: era pata de elefante mórbida! hahahahahah! Mas, de onde raios esse cara tirou que eles iam inchar ainda mais? Certeza que ele estava viajando! Não tinha mais pra onde inchar, não tinha, eu juro!!!!! Pois é...mas TINHA! Né?

Eu acho isso uma coisa incrível tanto da minha gravidez quanto deste comecinho de maternidade: Tudo aquilo que você acha que não dá mais, ainda dá, dá muito, dá e sobra!

O jeito que a coisa aconteceu foi bizarro: Saí da maternidade com os "pés inchados nível 10" e ao chegar em casa já estavam 3 vezes maiores! B-I-Z-A-R-R-OOOOOOOO! Juro que quando eu andava, eu sentia a água acumulada se mexendo por dentro das minhas "patinhas"! Não conseguia mexer os dedos de tanto inchaço, fazia até bolsa de gelo pra ver melhorava (mas antes que você pergunte, não melhorava, tá?)
Mas é aí que entra a parte da lavagem cerebral:

Lógico que cada mulher é uma, mas pessoalmente o meu pós da cesárea foi o cão! Sentia muita dor! Além disso, já na maternidade não estava dormindo nada pela demanda de mamadas da minha linda. Aí cheguei em casa torta, né? Morrendo de dor, com um sono bestial, os pés inchados de forma bizarra, o leite descendo e me dando um calafrio absoluto na alma, os peitos febris pegando fogo (uma loucura!!!), os bicos doendo e já bem machucados das primeiras mamadas da pitchu, maaaaaaasssssss....Tadãããã:

Olhava para a minha pequena e já não sentia mais nada! Hehe! Pelo contrário, me sentia uma loucuuuuuura!Minha teoria: tem uns hormônios muito loucos e que a gente não tem notícia à respeito, que mantêm as mamães plugadas, antenadas, com os zóio arregalados! hahahahaha! Eu me sentia o máximo! Linda! Com as patas gigantescas, uma barriga de gelatina (Sim! Nem adianta mascarar! É assim mesmo que fica depois que o bebê nasce!), as olheiras que nem a massa corrida que eu passava na cara conseguia disfarçar, e tava no auge da alegria! Ê laiá!



Eu me sentia uma força da natureza, sabe? Saindo leite pra tudo que é lado! kkkkk! Dava pra saber exatamente por onde eu tinha passado, porque eu ia deixando o meu rastro de leite! hahahahah! E tava eu lá, vazando leite, jorrando feito uma cachoeira, a roupa toda encharcada, pois as malditas conchas transbordavam e antes que eu me desse conta, já estavam lá vazando pela roupa, pelas pernas até pingarem poeticamente no chão de casa!!!!!! Era aquele cheiro de leite azedo pra todo lado e eu numa felicidade, sentada numa nuvem com a minha pitchu no colo, abocanhando e quase arrancando ferozmente pedaços dos meus mamilos, (a primeira "fisgada" de cada mamada é de ver estrelas!!!) e eu ali plena, nem me dando conta do mundo! Será que me doparam? Escrevendo este post agora e relembrando meus primeiros dias com a Nina em casa, percebo que eu não estava normal!





3 comentários :

  1. Flor, a Vida é repleta de mistérios não é? por isso não podemos generalizar nada. E o "físico" é tão relativo!!!!! Outro dia, vi na tv um psicólogo que disse que quando vc se olha no espelho, na verdade se julga pelos olhos do outro, do que o outro estaria vendo.. (imagina que absurdo o ser humano!). O mais importante é o que somos por dentro, o que está por fora é só carcaça. Sua felicidade verdadeira é o principal e só pode vir de de dentro de você - assim como a sua Nina, veio de dentro de você também! -. Agora vamos desinchar esses pés e colocar o sapato de flamenco e nada de sentir pé boiando hein!!! rsrsrsrs beijos! Thais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, Tha! Principalmente uma experiência tão única como a gravidez e a maternidade que são simplesmente "individuais, pessoais e intransferíveis", sabe? Rs! Não há como generalizar e nem tomar por base a experiência de uma outra pessoa.
      E eu estou no céu com a minha pequena! Cada dia mais apaixonada por ela e a cada dia aprendendo mais sobre ela e assistindo maravilhada o seu crescimento e as suas mudanças...estou maravilhada!
      Quando você vem conhecê-la, hein? Assim que eu estiver liberada vamos "zapatear"! Muitas saudades! bjokas

      Excluir
  2. Pãezinhos é para os fracos...kkkkk!!! Essa foi muito boa!!! Amo seus posts!!! Bjossss Gigi!!!

    ResponderExcluir

Curtiu? Aqui tem mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...