quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Viajando com Nina - PARTE 4: Buffet de café da manhã e eu: uma história de amor e ódio! Humpf!

Agora eu vou te contar, viu? Viajar para um hotel fazenda estando em dieta de restrição é o cão! É o cúmulo da sacanagem! É o inferno na terra, é pedir demais da pobre mãe! Mas quanto sofrimento, poxa!

Sabe, essa situação me fez lembrar um diálogo muito interessante que tive com o meu GO, Dr. Rubens Paulo Gonçalves. Quando eu já estava grávida de umas 30/32 semanas, descobri sobre o sangramento pós-parto (pois é, demorei pra descobrir, né?). Liguei imediatamente pro Dr. Rubens e segue diálogo:

- Dr., que história é essa? Putz, mas eu já enjoei feito uma condenada, a azia e o refluxo estão acabando comigo, e agora descubro que tem essa do sangramento que dura uns 20/30 dias? Sacanagem!
- Pois é, Giovanna, é isso mesmo...

Ele me deu uma explicação e aí fiz um draminha:

- Mas quando é que eu vou parar de sofrer, Dr. Rubens?

- Agora que você vai ser mãe? NUNCA!

...e o silêncio se fez!!! 
hahahahahahahahaha!

Meninas, por favor, é o sofrimento mais doce do mundo, tá? Não me entendam mal! Eu acho é graça dessas minhas histórias! Vou contar sobre a minha relação de amor e ódio com a dieta restritiva, mas antes, dou o testemunho de que vendo o quanto a Catarina está bem, tudo, tudo, tudo vale à pena! Faço dieta de bolacha água e sal se precisar!

Quando a Catarina completou 3 meses surgiu o diagnóstico de APLV (alergia à proteína do leite de vaca), e eu entrei numa dieta que restringe o consumo de leite de vaca e derivados, soja e frutas oleaginosas. Fiquei nessa dieta por um mês e depois veio o golpe de misericórdia: me tiraram a farinha de trigo!

AH!!! pelo amor, né?

Chegamos no hotel à noite, e logo pela manhã dou de cara com aquele buffet de café da manhã dos sonhos! Dos sonhos dos outros, né? 

Chega no café da manhã, aquele oásis: bolos e pães caseiros de todos os tipos, cores, coberturas e formatos. Meu marido fazia uma pirâmide de todos os bolos no prato dele e eu ficava com aquela cara de "putz", sabem?? Pô, ele já tinha esquecido a mala da nossa filha, e agora ia me fazer passar vontade nesse nível? Fogueira nele!!!!!!!! (Te amo, amor <3). Ele ainda tinha a pachorra de olhar para a minha cara enquanto mastigava um dos 3845934 pedaços de bolo no seu prato e dizia: "tá ruim, amor...tá ruim..."



Olha, eu nunca dei muita importância para doces, mas é só a pessoa não poder comer que a vontade vem te corroendo todinha! Né? Eu digo para o meu marido que quando essa dieta acabar, é pra ele se preparar que eu vou virar um balão! Vou me expandir para todos os lados de tanto que vou comer...TUDO! Vai ser leite com Ovomaltine, leite com groselha (sim eu tomava isso quando era criança!!!), leite com Quick - faz do leite uma alegriaaaaa - leite puro, leite com açúcar, com mel, banho de leite!!!!Leite de vaca, de cabra, de búfala, leite de soja, leite de pedra!!!! Vai ser pão de queijo com requeijão, sem requeijão, pão de batata, pão de mel, pão na chapa, pão, pão, pão, bolo, bolo, bolo, sorvete de tudo e com tudo!!! Cupcake, milkshake, cheese-salada com muuuuito queijo!!! Huuuuummmmmm!!!! Queijos de todos os tipos! Ai que delícia!!!! Vocês não sabem o que é todo o mês encomendar um bolo pra comemorar o mesversário da Nina e não comer nenhum pedacinho, ficar olhando o pai da Nina devorar tudo...mas dá uma inveja...


Mas voltando à viagem, no almoço e jantar era o mesmo drama, eu ia lá e comia um franguinho grelhado com arroz e salada, e todo mundo se esbaldando. Aliás, hora do almoço é sempre uma aventura com a pequenina, né?

Eu já estou acostumada a comer com ela pendurada em mim, hehe, aliás, hoje eu acho estranho quando como sem ela no meu colo. Mas no último dia, a coloquei para dormir na hora do almoço e meu marido foi almoçar. Ele voltou e aí era a minha vez. EBAAAAAAA! Último almoço e vou comer minha comidinha sem-graça tranquilinha. Levei meu celular (óbvio), fiz o meu prato com muita calma, me sentei, comecei a degustar o meu suquinho geladinho, tudo bem devagar, sabe como é? Porque isso é fato: mãe come rápido! Muito rápido! Mãe não mastiga, engole! Engole tudo e nem toma nada, vai à seco! Uma massaroca dos infernos, fica aquele bolo entalado no meio da garganta, e você dá aquela forçada e faz descer na marra, porque sua filhotinha ficou incomodada com alguma coisa e precisa de você AGORA! Pois eu estava lá, respirando (já viajou com um bebê de 5 meses? Então, você mal respira!), curtindo, falando pelo whatsapp com as amigas do grupo de mães, quando de repente vem o whatsapp do marido com uma única palavra, uma única e temida palavra:



Os garçons do restaurante devem estar até agora tentando entender o que houve com aquela mulher doida que largou os talheres em cima do prato saiu correndo. Cheguei tão depressa no quarto que meu marido disse:

 - Nossa que bom que você já estava vindo! Eu não queria atrapalhar seu almoço, mas é que ela acordou, tentei acalmá-la, mas ela ficou muito nervosa, começou a chorar demais, por isso te chamei.
Minha resposta?
- Não estava vindo, vim correndo...

Ele fez cara de WOW!...
heheheheheheheheh!!!! Mamães têm super-poderes, se locomovem na velocidade da luz quando seu bebê está chorando! 




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Curtiu? Aqui tem mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...