quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Afinal, o que significa BPA free?


Desde que comecei a preparar o enxoval da Catarina, me deparo com o aviso BPA free nos produtos que comprei para a minha pequena. Toda vez que comprava alguma coisa BPA free, ficava curiosa do que significava aquilo. Sentei para pesquisar e já há algum tempo estou ensaiando um post sobre este assunto. Então, lá vai a resposta para a minha pergunta: Afinal, o que significa o tal BPA free?

Atualmente, as melhores mamadeiras, copos de treinamento, pratinhos e outros tantos acessórios hoje no mercado têm a característica de ser BPA free. É a sigla para a substância Bisfenol A, presente na maioria dos plásticos e embalagens e nociva à saúde. Desde 2011 a produção, venda ou importação de mamadeiras que utilizam Bisfenol A foi proibida no Brasil. 



Efeitos sobre a saúde

Disruptor endócrino – isso significa que o Bisfenol A mimetiza os hormônios do organismo causando efeitos negativos sobre a saúde – e os anos iniciais de desenvolvimento podem ser os de maior sensibilidade aos efeitos da substância.
Funcionamento da Tireoide – um estudo de 2007 concluiu que o bisfenol A bloqueia os receptores do hormônio da tireóide.
Problemas neurológicos – Em 2007 um painel do NIH (National Institutes of Health) é também do NTP dos EUA demonstrou “alguma preocupação” com os efeitos do BPA sobre o desenvolvimento cerebral e o comportamento de fetos e bebês.
Um estudo realizado em 2008 concluiu que a exposição neonatal ao BPA pode afetar o comportamento ligado ao dimorfismo sexual no adulto. Também em 2008 conclui-se que o BPA afeta, mesmo em nanodosagem, o processo da memória, porque altera a potenciação a longo prazo do hipocampo.
Estudo com primatas da Yale School of Medicine observou interferência do BPA em conexões celulares do cérebro vitais para a memória, aprendizagem e humor.




Disrupção do sistema dopaminérgico – Hiperatividade, déficit de atenção e aumento da sensibilidade a drogas de abuso resultam do aumento da atividade mesolímbica da dopamina causada pelo mimetismo da atividade estrogênica pelo BPA.
Câncer de mama – Estudo de 2008 baseado em experimentos com animais e dados epidemiológicos reforça a hipótese de que a exposição fetal a xenoestrógenos seja uma causa subjacente do aumento do câncer de mama nos últimos 50 anos.
Crescimento da próstata – Estudo in vitro de 2007 mostrou aumento permanente de tamanho da próstata com concentrações de BPA usualmente encontradas no soro humano.
Sistema reprodutor e comportamento sexual – Estudos de 2009 apontam para anomalias do ovário e efeitos carcinogênicos por exposição durante períodos prenatais críticos de diferenciação, alteração permanente dos mecanismos hipotalâmicos estrógeno-dependentes que organizam o comportamento sexual da fêmea de ratos exposta no período neonatal,disfunção sexual masculina referida por adultos que trabalham com BPA.
Pesquisa realizada em 2010 demosntrou que o Bisfenol-A, aumenta o risco de disfunções sexuais masculinas, reduz a concentração e qualidade do sêmen, segundo estudo publicado na revista “Fertility and Sterility”. A pesquisa foi realizada durante cinco anos com 514 operários que trabalhavam em fábricas da China.
Outros efeitos – Afeta o coração de mulheres, danifica de forma irreversível o DNA de camundongos e está entrando no corpo humano por uma variedade de fontes desconhecidas. Provoca aborto, prematuridade, restrição ao crescimento intrauterino e pre-eclampsia. Impacta a permeabilidade intestinal. Induz a asma.

No Brasil, as mamadeiras BPA Free são uma novidade recente e essa característica é mais comum em mamadeiras importadas. Então, como deve-se agir?
O ideal é trocar as mamadeiras pelas importadas ou nacionais BPA Free ou, se você ainda está montando o enxoval, já investir diretamente nessas mamadeiras – as marcas mais comuns de mamadeiras BPA Free no mercado são da AventDr. BrownsMAMChicco, entre outras. Com certeza são mamadeiras mais caras, mas de qualidade excelente.



Se você não quer ou não pode se livrar das mamadeiras antigas, há alternativas quanto a sua utilização segura. Quando aquecido, o plástico libera uma quantidade maior de Bisfenol A, portanto após a esterilização em água fervente deve-se lavar a mamadeira em água corrente.

O alimento quente não pode ficar muito tempo dentro deste recipiente – por exemplo, preparar as mamadeiras no dia anterior. No caso de alimentos como frutas e papinhas, sirva para a criança em recipientes de vidro ou porcelana no momento em que ficam prontos. No caso de líquidos, aqueça em outro recipiente e coloque na mamadeira somente na hora de servir, diminuindo assim a exposição. Se o bebê fica em berçário durante o seu dia de trabalho e não rejeitar alimentos frios, instrua a escola para que não aqueça os alimentos nos recipientes.














Nenhum comentário :

Postar um comentário

Curtiu? Aqui tem mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...