segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Nina on the beach

Num passado não muito distante, eu me esparramava na areia, bem preguiçosa, e logo pedia um daqueles drinks maravilhosos e coloridos que a gente só toma na praia: Daikiri, Waikiki, Sex on the Beach, Caipirinha, Caipiroska, Saquerinha, ou qualquer outra bebida, geladinha e docinha que viesse com mil apetrechos daqueles fofinhos tipo mini guarda-sol, mini macaquinho, mini havaianas dançando hula num combo com mini espetinhos de frutas para decorar!

É, meu bem...disso tudo aí, só sobrou mesmo o tal espetinho de fruta...hehehehehe! Esse eu como!!e ainda divido com a Nina!



Ahhhh! A praia! A praia jamais será a mesma depois que Nina passou por lá! A areia na qual eu antes me esperramava, agora foi esparramada em mim todinha pela Pitchu! Logo eu que costumava ter aflição de areia no corpo, aquela coisa grudando, coçando, ECAT! Pois sim, "ava", passado, pretérito imperfeito, bebê, já era, foi-se, bau-bau! 

Eu, mamãe inocente que sou, levei 2 cangas gigantescas pra forrar a areia! Tá bom, podem rir, vai? Essa é a famosa piada pronta! hahaha! Só eu mesma para achar que a Nina fosse ficar sentadinha nas cangas, brincandinho sem se sujar. Ela alucinou na areia! Ela precisou de apenas 2 minutos pra tirar as cangas do caminho e rolar na areia de todas as formas que conseguiu. Aí depois, esticava os bracinhos e "dizia": mamãe, quero colinho, pega eu?! 

Ah! Pára tudo!
Aí não há aflição de areia que resista tamanha fofurice!! E fomos nós duas nesse ciclo de meleca-na-areia-estica-bracinho-pede-colinho e foi assim, nessa brincadeira inocente que viramos duas milanesas!! Só que aí, ela resolveu mamar!

....
....
Tsc tsc tsc
Oi?
Como faz, produção?

Inocente que sou (de novo) peguei o pacotinho de lecinhos umedecidos e comecei a tentar me
Limpar. Bom, virei uma paçoca.
Aí, peguei a fraldinha de pano e tentei tirar aquele mingau de areia de cima de mimNada! Nina foi ficando impaciente, começou a chorar e eu ZAZ, vai com areia e tudo, filha, seja feliz! Rs!

Após a mamada, um estrondo...



Levantei com a Nina calmanente no melhor estilo "pensa rápido, mamãe", tentando bolar uma forma de trocar a fralda dela ali mesmo. A conclusão foi: não tem forma, meu bem, vai em pé mesmo! 

Eis que bem na hora que me levanto com ela para colocar meu super plano em ação, meu marido arregala os olhos e eu sinto uma coisa escorrendo pelo meu braço, descendo pela minha barriga e escorrendo pela perna!! Haahahha! Juro por Deus!! Hihihi!

- Mas, pombas, Pitchu!!!!!!!! Pero lo que és un MERDAGLION?

Em que mundo estamos, meu Deus? Em que mundo é OK, ter uma bela diarréia na praia, no colo da mamãe, usando uma fralda aquática que absorve tão bem quanto, deixe-me pensar, se ela estivesse sem fralda?
Em que mundo, hein Dona Catarina? Hihi!



E é aí, que a beleza da maternidade se revela na sua forma mais primitiva:
VOCÊ NÃO ESTÁ NEM AÍ!
Por essa, nem meu marido esperava! 

Minha amiga, Gisele, ficou lá me dando apoio moral, segurando o saquinho, e rindo junto comigo aquele riso meio nervoso, sabe como é? Enquanto isso, eu arrancava aquela fralda nojentaaaaaaa da Pitchu. Conhece aquele ditado que diz que "antes de melhorar vai piorar muito"? Pois bem: foi muita, muita meleca antes da coisa toda ficar sob controle! Me chafurdei até conseguir limpar aquela, aquela 

(Na ausência de um nome bonitinho, vou parar nas reticências!)

São coisas que só a maternidade faz por você, querida! Lembro que, antes de ser mãe, eu via as mães limpando com a mão o nariz sujo dos seus filhos e depois limpando na própria roupa, via também a criança cuspindo a papinha e o pai limpando com os dedos e comendo aquela papinha babada-pré-mastigada - ecat - e já digo que, se eu visse uma mãe na praia passando por esta situaçao que passei, teria tido convulsões de tanto nojo! ahhahahahhahah! Mas é isso: a gente limpa nariz, serve de
lixo pra papinha, fica toda "sujinha" (ficou bonitinho assim, né?), e acha aquilo tudo tão natural...

O que foi feito de mim? Quem sou eu, meu Deus? 

Eu? Eu sou a mãe da Catarina!


9 comentários :

  1. Kkkkkkkk. Incrível! Todas as mães vão entender cada vírgula! Já pedi perdão pra todas minhas amigas que tiveram filhos antes de mim, justamente por só entender muita coisa após as minhas próprias experiências como mãe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah! Não é mesmo, querida! Eu também já fiz o circuito do perdão com minhas amigas!!! Amei ver seu comentário aqui! Obrigada por tudo! Por toda a paciência e por deixar meu blog tão lindo! Beijo enorme!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Linda!!!!! Você sempre prestigiando! Beijo no coração!

      Excluir
  3. Trocar fralda de pé... a gente nunca acha que vai precisar, ou quando precisa a gente nunca acha que vai conseguir... mas consegue, né?!
    Super Gi!!!
    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Trocar fralda em pé...A gente nunca acha que vai precisar, mas quando precisa a gente nunca acha que vai conseguir... mas consegue! Super Gi!!!
    Beijão

    ResponderExcluir

Curtiu? Aqui tem mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...