segunda-feira, 10 de março de 2014

Onde é o botão de desliga?

Ei!
Psiu! Você aí!!! Sabe?
Alguém sabe? 
Alguém me ajuda pelo amor de Deus?

Às vezes tenho a impressão de que comprei minha amada filhotinha numa loja de brinquedos, uma linda boneca de franjinha. Na caixa cor-de-rosa choque onde ela estava, tinha um escrito:
"baterias inclusas"e logo abaixo, as entrelinhas que eu, desatenta como sou, deixei de ler: "e inesgotáveis"!!!!!




Hahahahahahha! Piadinhas à parte, ou melhor, à parte nada, pois ando tão cansada que o que me resta é rir de mim mesma ou dormir enquanto escrevo este post! Kkkkkk!

Mas falando sério, eu nem posso dizer que não fui alertada sobre esta fase apelidada carinhosamente por mim mesma como "o pré-andar: arrancando o couro da mamãe"!

Pois bem, eu saía na rua com a Catarina ainda pequenina, e lá vinham as mamães, com seus filhos de 1 ano, nesta fase do pré-andar, e me diziam com aquele sorriso amarelo e a voz trêmula:
- Aproveite esta fase, querida - veja bem, este "querida" era falso, tá? Mas só fui entender bem mais tarde que, na verdade, todas as mães nesta fase do pré-andar tem é raiva das mães que estão nas fases anteriores! E elas prosseguiam a linha de raciocínio: - vai ver como vai ser quando ela começar a andar.

Olha, até hoje não ficou claro para mim se elas estavam me alertando ou me rogando uma bela praga!!!! Não sei, só sei que BAM!!!!! A mardita fase chegou aqui como um raio bem no meio da minha cabeça!
As pessoas olham para mim e dizem:
- Nossa, Gi, como você está magrinha! Qual o segredo? Amamentar?
Veja bem, querida, o segredo é que minha filha simplesmente NÃO ME DEIXA SENTAR PARA COMEEEEEEEER!!!!!!! (escrevi em caixa alta pois estou gritando... De desespero!)

Eu quero comer, gente! Juro por Deus que quero! Eu gosto de comer, sabe? Mas ela não me deixa!!!!
Dia desses meu marido sugeriu almoçarmos num restaurante que eu adoro, e lá fui eu toda pimposa, feliz e inocente, como um cordeirinho que vai pro abate!

E quem disse que eu consegui comer? Consegui é engolir pelo nariz a minha massa estupenda, sem nem sentir o sabor! Nina olhou para mim com aqueles olhinhos que tanto amo, estendeu as duas mãozinhas e...."quero andar, mamãe".

Querem saber o pior? Ela ainda veio com um plus de fábrica: é alucinada por escadas!!!!! Afffe! Mil vezes affe!!!!!! E é claroooooooo que tinha não apenas um, mas dois andares para ela desbravar, né??? E lá fomos nós! Andamos o restaurante todinho umas milhares de vezes e subimos e descemos, e subimos novamente e descemos, subimos, e descemos... Depois ela pensou assim: "Por que não subir novamente?" E lá fomos nós de novo! Desce.... Sobe... Desce... Gente, sério:
Socorro!!
É bem dessas que Pitchu gosta! Socorro!


É uma energia inesgotável, anda pra lá, pra cá, sobe escada, desce, senta, levanta, dá um gritinho, e começa tudo novamente sem o menor esforço, e eu aqui com a língua de fora!!!!



A minha filha faz o coelhinho da Duracel parecer piada, minha gente!!! Olha, eu tenho pique, mas ando por aí pedindo arrego!!! 


Coelhinho após brincar com a Catarina! Pobrezinho...


Considerações finais:
Mães que durante este um ano me chamaram de "querida" e me alertaram quanto ao trem desenfreado que me esperava no fim do túnel: entendo vocês, e compartilho a dor (principalmente na lombar) que vocês estavam sentindo naquele momento.
Mães que ainda não chegaram nesta fase:
Ai, queridasss.vocês vão chegar

E neste momento estou dando a minha risada malígna.



2 comentários :

  1. Não joga praga não hein! Lembra q talvez vc terá um segundo filho e vc não vai lembrar de tudo isso e passará por tudo novamente!!!!!!!!kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Bom, mas pelo menos vc terá o arquivo de histórias do blog pra ler e reler kkkkkkk se eh que vai ter algum tempo pra isso!!!!!!kkkkkk

    ResponderExcluir

Curtiu? Aqui tem mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...